Formato hibrido


22/10/2010


A vida é um teatro divertido_marcelo amm

Sumirei uns dias, talvez depois eu volte e continue a blogar ou não....só sei que agora vou para o Teatro.

 

www.fiacbahia.com.br

 

 

Escrito por marcelo amm às 17h50
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

11/10/2010


Aviso aos Navegantes, é primavera no Brasil!!!_ marcelo amm

“ Aviso aos Navegantes” primavera em várias partes do Brasil é verão, não porque a temperatura aumente, sim porque os ânimos se refazem: guerras do narcotráfico, pouca roupa, prostituição e muita violência.

 

“A tevê noticia estratégias para o crime bem articulado da novela da oito, os comerciais  informam sobre a “minissérie “ As Cariocas”. O médico Lídio Toledo Filho indigna – se por estar vitimado por um assalto – 31.12.2007 – que o deixou paraplégico, mas volta a clinicar buscando numa luta pessoal preencher o silencio que vem depois da pergunta Porquê? [silencio]. E, não entende mais a palavra “felicidade” talvez ela esteja num dicionário velho, esquecido numa biblioteca física abandonada ou a letra “f” na página  que explica palavras começadas com “fel” - liquido muito amargo, mau humor, azedume - ...tenha  sido destruída num incêndio criminoso. O Juiz Marcelo Alexandrino fala como foi vitimado por uma blitz policial legal, enquanto os policiais admitidos há apenas dois meses explicam o porquê de terem atirado, não houve treinamento na Acadepol.

 

Há uns dois anos todas as pessoas me aconselhavam a ler “Transformando Suor em Ouro” – Bernardinho -, mas eu achei muito mais interessante continuar a abrir o “Tao Te King”  na assertividade das paginas aleatórias, o livro “Filigranas de Luz” de Rabindranath Tagore, psicografado por Divaldo Franco ou “ A Arte da Guerra” de Sun Tzu - tudo bem, sou estranho, sei formar opinião e a minha viagem com moda é outra. A Seleção Brasileira de Voleibol Masculino é a Tricampeã do mundial acusada de se deixar derrotar para pegar adversários mais fracos [ será que é assim que se transforma suor em ouro?] eu assisti Brasil e Itália e a seleção brasileira jogou pra K. e ganhou o titulo de uma Seleção Cubana inexperiente.

 

Tínhamos uma ambientalista, inteligente, original e com bom respaldo internacional, mas não a elegemos. Ana Julia voltou para casa. E, o Fantástico noticiou sobre o risco das residências muito próximas das linhas férreas.

 

Aviso aos Navegantes é primavera no Brasil e Dilma diz que está sendo vitima de calunia [querida Dilma, calunia não é nada diante dos defeitos nacionais de fabricação moral]. No mais, adoro o Hipertensão, o SWU discute a sustentabilidade do planeta. O show do “Rage against the Machine“ foi muito massa.... amanhã é o Dia das Crianças Aparecidas e dia 13 Nazarés...pampam ram  ram param, pampam   ram  ram param é Fantástico [ adoro aquela vinheta techno acid funk do final do Fantástico] ...”Black Eyed Peas” Gotham Project e Jessie Norman fazem shows em Salvador...os jovens musicistas da Favela de Heliópolis foram tocar em Berlim “ e na hora que a televisão brasileira destrói toda a gente com a sua novela...*” ufa, que responsa heim?   

Hora do Comercial

       

* Zé do Caroço - Lecy Brandão/fotos Google

Escrito por marcelo amm às 18h15
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

07/10/2010


Foto antiga e preto intenso _marcelo amm

Foto: Grace Olsson

 

 

Uma rua com nome de jardins, um bouquet de rosas vermelhas atiradas ao chão – que pecado. Outros lixos, uma cama velha quebrada, um colchão usado, um tecido absorvente  fazia o forro. Um laço de fita branco envelhecido. Cartas, sem envelopes, de letras antigas rebuscadas.Uma mala de couro e o fecho quebrado. O vento imparcial lendo as palavras em segredo e as formigas passeando no intimo da mala.Uma foto de menina, uma foto de  menino, fotos de f amília – o patriarca sério sentado com as pernas abertas, a matriarca tinha uma parte do cabelo preso á testa, a boca carmim brilhante e pernas fechadas – as crianças estavam em volta. Uma foto de casamento, uma foto com uma criança no colo, uma outra com uma criança nos braços. O papel fotográfico resistente, forte, daqueles possíveis á escrita “ao ilustre amigo”, “ á prima...” “ao primo”, “ao querido amor de minha vida”, “ á minha amada formosura”...

 

Nascimento e casamento: risos, choros, velas, vasos com plantinhas, taças de cristais, toalhas de mesa, compotas de doces, talher de peixe, mobília, roupa copiada da revista, desenho de coração e namoro no portão.

 

Tudo aquilo foi muito tempo de ontem pra trás, foi o hoje de alguém, o dia mais feliz de suas vidas, já foi dia, já foi novidade, surpresa ou moda, porém não conseguiu ser forte o suficiente para evitar o mais triste – sem surpresa ou moda – agora é morte no lixo que o vento sem querer devassa. Foi touro e caranguejo; balança e sagitário; naufrago no aquário e peixes.

 

 

Escrevi em 20.09.2009 usando a técnica “Walking writter” passando pelo lixo do Jd. João XXIII – Brotas – Ssa – Ba   

 

Escrito por marcelo amm às 17h06
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

02/10/2010


Para todas as coisas_marcelo amm

 

Existem tantas opções de voto, para todas as outras coisas existe a Mastercard ou um Super Herói:

 

Mocinhos: He – Man, Superman, Cebolinha, Cascão, Homem Aranha, Huguinho, Zezinho, Luizinho, Barney, Fred, Bambam, Aquaman, Falcon, Garú, Charlie Brown, Snoopy, Woodstock.

 

Mocinhas: She- Há, Cinderela, branca de Neve, A Mulher Maravilha, Mônica, Magali, Margarida, Minie, Lucy, Sally Brown, Patty Pimentinha, Polly, Wilma, Bete, Pedrita, Pucca e Betty Boop.

 

Bandidos: O Mancha, Frajola, Tom e Jerry, Pica-Pau, Irmãos Metralhae o Lobo Mau au - au.

 

"Mas lá vem eles novamente, eu sei o que vão fazer:
Reinstalar o sistema

Pense, fale, compre, beba
Leia,vote, não se esqueça
Use, seja, ouça, diga
Tenha, more, gaste, viva."*


http://www.vagalume.com.br/pitty/admiravel-chip-novo.html#ixzz11Dm8YD37 *

 

VOTE !

Escrito por marcelo amm às 14h12
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

17/09/2010


Ponderação_marcelo amm

Ponderação de limites corpóreos, célula amplificada é a janela do sensor, do sentir.

O ar vasculha a superfície vermelha e a água esteriliza a recepção: 212 sexy, amarula, absinto; 149 kcal de coca-cola, 2 gelos, uma lamina de limão, dois drops de anis.

Cheiro de homem no cio, mulher de seio vadio “ se amando na praça como dois animais.”

 

“ se amando na praça como dois animais.”

Alceu Valença

Fotos:GOOGLE

Escrito por marcelo amm às 16h16
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

07/09/2010


San Jose do Chile_Marcelo Amm

Quando eu soube da tragédia sobre os mineiros chilenos me recorrí ao livro “Amanhã é outro dia” [ J.M Simmel] um livro ultra-pulsante que narra a história de sete pessoas presas num porão  de uma casa durante a segunda metade da Segunda GrandeGuerra. Cada uma delas tinha desejos e aspirações diferentes, mas todos estavam ali contidos, presos pelos escombros e em busca de sobrevivência...sair dali e ir para a guerra, literalmente, talvez fosse melhor.

 Alí eles  tem orgulhos e valores que vão á medida do tempo sendo perdidos; pudores e recatos desprotegidos pela falta de proteção e da incerteza em que se encontram e até alimentos que são dispensados são reaproveitados pela inescrupulosa fome dos tempos de guerra...enfim um ótimo livro que neste período serve para entendermos o que está acontecendo com aqueles mineiros chilenos e, também, uma ótima oportunidade de valorizarmos um pensamento positivo, uma oração em prol daqueles homens, trabalhadores, socorristas e familiares.     

“Meu Santo Expedito das causas justas e urgentes interceda por mim junto ao Nosso Senhor Jesus Cristo, socorra-me nesta hora de aflição e desespero, meu Santo Expedito Vós que sois um Santo guerreiro, Vós que sois o Santo dos aflitos, Vós que sois o Santo dos desesperados, Vós que sois o Santo das causas urgentes, proteja-me. Ajuda-me, Dai-me força, coragem e serenidade. Atenda meu pedido (Fazer o pedido). Meu Santo Expedito! Ajuda-me a superar estas horas difíceis, proteja de todos que possam me prejudicar, proteja minha família, atenda ao meu pedido com urgência. Devolva-me a paz e a tranqüilidade. Meu Santo Expedito! Serei grato pelo resto de minha vida e levarei seu nome a todos que têm fé.

Muito obrigado.

(Rezar 1 Pai Nosso, 1 Ave Maria e fazer o sinal da cruz)”

“ Bem aventurado é aquele que atende ao pobre; o Senhor o livrará no dia do mal.  O Senhor o librará, e o conservará em vida; será abençoado na terra, e tu não o entregarás à vontade de seus inimigos.  O Senhor o sustentará no leito da enfermidade; tu renovas a sua cama na doença.  Eu dizia: Senhor, tem piedade de mim; sara a minha alma, porque pequei contra ti.  Os meus inimigos falam mal de mim, dizendo: Quando morrerá ele, e perecerá o seu nome?  E, se algum deles vem ver-me, diz cousas vãs; no seu coração amontoa a maldade; em saindo para fora, é disso que fala. Todos os que me aborrecem murmuram à uma contra mim; contra mim imaginam o mal, dizendo:  Uma má doença se lhe pegou; e, pois que está deitado, não se levantará mais.  Até o meu próprio amigo íntimo, em quem eu tanto confiava, que comia do meu pão, levantou contra mim o seu calcanhar.  Mas tu, Senhor, tem piedade de mim, e levanta-me, para que eu lhes dê o pago. Por isto conheço eu que tu me favoreces: que o meu inimigo não triunfa de mim.  Quanto a mim, tu me sustentas na minha sinceridade, e me pusseste diante da tua face para sempre.  Bendito seja o Senhor Deus de israel, de século em século:[Salmo 41]

Fotos:GOOGLE

Escrito por marcelo amm às 15h17
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

14/07/2010


Sétimo Céu_marcelo amm

 

 

Sensação de conhecer há anos.

Uma liberdade de voar e um céu...

Que vem ao chão:

Orvalha flores,

Esquece dores

Desabotoa rosas em botão:

Flor,

Fruto,

pólen - mel

E céu...

Sétimo Céu!

Foto: Google

Escrito por marcelo amm às 20h37
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

05/07/2010


Seleção Brasileira 2010_marcelo amm

Quando paro que olho as horas
Para o tempo que me olha
E espero ansiosa
Vou comendo a casa
Paçoca, suspiro, cocada, jujuba
Quindim, bombom, churros, bomba
Paçoca, suspiro, cocada, jujuba
Quindim, bombom, churros

E vejo o tempo parar
Parar
O tempo pirraça
. Vanessa da Mata

 

 

 

"No meio da partida uma calma extranha toma conta de mim.

Sinto que poderia correr o dia inteiro sem me cansar, poderia driblar

qualquer um do outro time ou todos eles, que eu poderia passar por eles fisicamente...

talvez seja simplesmente confiança, mas me sentí confiante muitas vezes

sem aquele estranho sentimento de invencibilidade"... - Pelé [ 1940]

Fonte: Almanaque do Pensamento/2010

Fotos Google/Musica - Vagalume.com.br

 

Escrito por marcelo amm às 16h46
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

30/06/2010


Pátria amada Brasil_marcelo amm

Eu vou lhe avisar
Goleiro não pode falhar
Não pode ficar com fome
Na hora de jogar
Senão, um frango aqui, um frango ali,
Um frango acolá

Já vai tarde mais um articulador respeitado

Com a autoridade baleada,
O peso do destino
Na mira da lei, na marca do penalty
O fim de um charm,
Discreto e nublado
Trivial
Alguém esqueceu a bola de cristal

Que delícia de malícia a espera da guerra

ele sonha com o paraíso
E tenta a sorte nos números,
Pensando nela
Disposto a tudo, bate cabeça,
Bate tambor
Numa trama milionária e perigosa
Ele quer o Jardim do Édem
Trivial
Novamente esqueceram a bola de cristal

Eu vou lhe avisar
Goleiro não pode falhar
Não pode ficar com fome
Na hora de jogar
Senão, um frango aqui, um frango ali,
Um frango acolá.

Goleiro (Eu vou lhe avisar)
Jorge Ben Jor
Canta: Gal Costa

Fotos Google//www.galcosta.com.br

Danças que esse povo dançador adora: o samba de Luma de Oliveira ( maravilhoso)...o frevo, a catira....lembrei me das danças gaúchas, dos afros daqui- Salvador - das quadrilhas juninas, da Festa do Divino...mas, o espaço no post não coube...desculpem - me e dancem...porque nós brasileiros somos feitos por POVOS que celebram dançando...graças a Deus. Beijos! 

FESTA DO DIVINO

Escrito por marcelo amm às 21h47
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

16/06/2010


Bons de bola_marcelo amm

 

 

Escrito por marcelo amm às 11h37
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

01/06/2010


GRIS_marcelo amm

Busca por respostas sobre a dor e sobre a alegria. Tem todas as respostas sobre os gráficos que estão na sala, ascensão e queda.

Procura por agulha no palheiro, tenta manter o gelo sem derreter submerso á água. Procura andar de um jeito pessoal e a tudo observa com olhos de radar.

Zapeia o jornal,  insistentemente  verifica as mensagens recebidas ao celular -  morre de medo de enviar mensagens para destinatários errados. Checa aos e-mails recebidos, confere o horário do vôo e abre a maleta várias vezes depois do checkin.

Gastar o tempo com medos idiotas, conservar dinheiro no banco por medo e por insegurança de vir a perder tudo. Vive uma vida conta gotas e tem uma felicidade  um tanto quanto antiquada, daltônica.

Busca o tempo por bobagem, gasta o tempo por preocupações teatrais ou absurdas. Medo tem de engordar, enjoar na viagem, perder o capitulo da novela, não ter lido o jornal, não ter ninguém prá almoçar. Procura – se alguém para dançar.


 (...) ser quilha rota polvilhada de cinzas. Tudo é gris.” [Aldeia – Aquilino Ribeiro pág. 185]


Escrito por marcelo amm às 15h24
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

24/05/2010


Depois do pulso vem as mãos e os dedos_marcelo amm

Um indio, pataxó, adolescente tem a face pintada com cores vivas para comunicar á femea sua disponibilidade para o namoro. Uma garota urbana no baile de debutantes comunica que já é uma mulher em potencial. Uma menina quando enjoa da boneca e começa a desejar um vestido bem cintado quer dizer que o amor já conhece o caminho do coração e o extase que isto possa lhe dar.

A Cruz dos Caltólicos, a Estrela de Davi, a Suástica são marcas, signos que comunicam sem que seja necessário uma complementação oral ou escrita. Nós temos códigos internos e agentes pessoais que determinam a aceitabilidade dos signos criados, assim sendo, as digitais, a iris dos olhos, o timbre da voz são códigos quanticos que alimentam essa cadeia pseudo- informativa.

Tudo determina tribos, cumpre a função da comunicação – comunicar. E, foi assim no feudalismo quando os burgos se amontoavam em volta dos feudos, tambem, foi assim quando Henrique VIII brigou com a Igreja Catolica Romana por querer desposar Ana Bolena e criou a Igreja Anglicana.

A burca, as tatoos, os piercings, o lado escolhido para usar o brinco ou a cor da aliança podem determinar religião, tribo, gostos musicais e opções sexuais.

Estes signos modernos nada mais são do que a evolução das antigas escritas cuneiformes talhadas nas pedras antigas. Então se estamos acostumados a pré conceber uma informação, a julgar o caráter de uma pessoa ou estabelecer códigos primordiais para o tesão: cor ou tipo do cabelo, da pele, dos olhos, tipo físico e similaridades de gostos, somos donos dos nossos próprios narizes.

Do condominio residencial ao shopping; do msn ao orkut não é tão grave que as pulseiras do sexo comuniquem fatos já que essa cultura vem do determinismo social: festas com acesso exclusivo mediante o uso de pulseiras distribuidas para pessoas bonitas e gostos semelhantes.

A evolução da comunicação não tem letras, não tem uma comunicação propriamente dita ela é codificada na dedução de um dicionário particular com códigos pertencentes apenas aos criadores, então assim, a geração do descartável, do deletável determina através de uma cartela de cores não se é pera, uva, maçã ou salada mista e, sim beijo, atração fatal, lance casual, abraço ou sexo prá valer – estupro, nada tão absurdo.

Fotos: Google/Adão Mena

Escrito por marcelo amm às 16h08
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

01/05/2010


tão Barato que eu nem acredito_marcelo amm

Ponta da Lage - Candeias/Ba

 

 

O clima ameno das manhãs do outono, o serviço de auto-falante com suas canções antigas, o comercio funcionando já bem cedinho; o barulho agradável das rodas dos carros rolando nas pedras do calçamento; a feira – a farinha boa, o beijú, os mariscos, os miúdos dos carneiros, o sarapatel fresco. Ficaram para trás o medo do cemitério, os girassóis do quintal, o refúgio no galho mais alto do araçazeiro. A água da fonte e os lírios brancos do campo; a picada da abelha, as sucuris que o meu pai capturava para doar ao zoológico e a jibóia traiçoeira. A castanha de cajú assada no amontoado de lenha em brasa; balas caseiras feitas com café, limão, laranja, groselha fresca, amendoim ou tamarindo. Dona Fátima e o Seo Agostinho me presenteando com uvas e carambolas. O carneiro, o perú, a galinha e os patos que ganhei ou comprei. Tatú querendo encontrar a toca, sariguê   fugindo do caçador e o galo cantando despertando a madrugada. O chá de folha de limão, capim – santo; o pé da erva – doce, folhas de São Gonçalinho para alegrar a festa, folha de pitanga para enfeitar o Natal, banana maçã, maranhão, São Tomé de casca vermelha. Rosa branca – de- neve doadas para o buquê de noiva das vizinhas casamenteiras e a simpatia arrumadeira de formosura noivadeira. O barulho do trem e eu pequeno, médio ou quase grande. Grande como o curso do rio contornando a beira, roendo a beira voltando no percurso para eu me espelhar.O manguezal a salvo, a entrada que da acesso á Ponta da Lage – uma praia linda e mortal. O meu rosto no espelho reconhecido e o júri popular dos amigos de infância reconhecido com suas noticias, boas, médias, vans ou más. Ascensão do Senhor Jesus Cristo, romeiros em romaria, ex -  votos, o beato em transe e a bendição – salvação. Velas para a Senhora das Candeias e a Fonte dos Milagres que nunca seca. A revoada de pássaros, cheiro de pão, namoro atrás da Igreja, o canto das cigarras e o araçá que o passarinho brocou.O bolo barato no supermercado comido com a boca ás bocadas pra sujar a cara e o nariz feito criança e prá comemorar o coquetel que estava sendo servido no Teatro do SESC Pelourinho – Grande Theatre de Carolina Kahro Ribeiro e na platéia até dona Vera Holtz veio para o meu aniversário. Saludos and all the things better.

 

Escrito por marcelo amm às 17h45
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

28/03/2010


amoreiras, Ilha e Yemanjá_marcelo amm

 

Estou aqui para entender João Ubaldo Ribeiro.

Estou aqui para ver o vidão do jeito que eu gosto que ele seja: ensolarado; gramado ornado com pétalas de flamboyants concluindo que o bom da vida é poder andar de pés ao chão; vento quente soprando na cara e ver o mar parecido a pedaços de vidros incertos, calmos e  perigosos  traiçoeiros.

 "daqui que a maré encha prá nois pegá peixe. - essa maré morta!"

"- eu quero é ir prá casa tomar banho e vortá pá vê o presente.

 "sí eu for...hun, hun,  nem sei se vorto ainda hoje. - já armuçou?"

 

Estou aqui para entender o deslocamento do continente á Ilha e que charme isso tenha, que grandeza intima isso possa ter para ilhéus e quase com o corpo molhado e  o mar se faça mel

 

" Janaina, minha tia hoje é o meu aniversário de 45 anos, não sei se daqui a 5 anos eu estou viva, então vou celebrar hoje."

 

As mulheres estavam numa mesa grande  varanda de uma casa  "cantavam sambas-de-roda  todas vestidas de branco, brindavam a tudo; ao filho que estava na escola e a algo "ao meu marido que vai ganhar essa todinha quando chegar em casa" e as outras em côro:

-êêêêêê!

 

Estou aqui para entender João Ubaldo Ribeiro, o mangueiral, a estrada de asfalto estreito, as muitas casas com placas de "vende-se ou  "aluga-se para temporada"; entendo o porquê de as casas não precisarem de números para as missivas serem respondidas.

 

Entendo porque as pesssoas me olham desconfiadas e o porquê de uma mulher  bem velhinha que,decerto, seja descendente dos pigmeus ter respondido sorrindo ao meu bom dia. Entendo porque  as pessoas  nativas tenham dentes bons, corpos esguios e olhares ingênuos, maliciosos.

 

Entendo a rosa fecundando a maçã e a máxima da gravidade- uma amêndoa madura me acertando a cabeça. Entendo o som dos atabaques e ás treze horas da tarde os tecidos estampados sendo postos nos postes da praia.

 

Entendo estar escrevendo, comprar um sorvete  creme com passas, chocolate e coco e o menino me perguntar se sou a pessoa que está produzindo a festa.

-         Não!

-         O Sr parece artista ou jornalista.

-          

Entendo que a vida possa ser um estado permanente de um grande feriado, um mês de férias com largos dias e basta apenas que nós façamos estes dias.

 

Entendo Caramuru se apaixonar por Catarina Paraguaçu. Entendo o céu azul desbotado. Entendo que as Testemunhas de Jeová tenham como testemunha o mar fixo bem próximo á arrebentação. Entendo o homem que busca ao longe os corais para que não morra de fome.

 

Entendo o homem loiro de moletom preto e camisa verde presa á cabeça como um torço árabe ser russo, viver a vida vendendo coisas nas ruas da Ilha e falar comigo em castelhano ' só cerveza'!

 

Entendo o Cortejo saindo e as músicas cantadas em iorubá, o manifesto das pessoas e as meninas de sandálias bordadas em tecido cor de prata, maquiagem no rosto e sorriso branco -  safado.

 

Entendo que aqueles homens e mulheres de bundas, peitos e pernas bonitas   foram esculpidos pela água do mar. Entendo que aquelas mulheres têm respiração branquial, nas noites de lua- cheia entoam um canto de mar narcotizante  e que aqueles homens são anfíbios.

 

Marcadores:

 

Escrito em 03.03.2010 na Ilha de Amoreiras enquanto eu esperava a Festa de Yemanjá.

Serviços: Ferry Boat - Adriano Gordilho -  Salvador/Bom Despacho R$3,50 [55min]

Ferry Boat - Ivete Sangalo - Bom Despacho/Salvador - R$3,50 [40 min]

Agua Mineral - 2l e meio R$5,0

Coca Cola - lata - R$1,50

Onibus de acesso em Salvador R$ 4,60

Topic Bom Despacho x Amoreiras R$5,00

Beijú de coco e Tapioca R$1,00

Sorvete R$1,00

 

Fotos: Google

 


 

Escrito por marcelo amm às 14h45
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

08/03/2010


Maria Bonita - buniteza e o Zepellin amarelo_marcelo amm

Foto: Fernando Vivas

Como se começa um namoro? - dizem que é pelo olhar, pela atração fisica, pelo cheiro. Dizem até que existe um tal de destino escrito na palma da mão; na planta dos pés; no buraco do nariz; no zumbido da orelha; no frio que vai da espinha sem escalas até a serra da barriga. Na atração de gostos, na atração de contrários e semelhantes existem mais mistérios do que a distância da ponta dos dedos á palma da mão; do sol, da lua, da luz fosca neblina. Esse tar de distino é um troço que pareçe céu, mas é mais inferno do que céu.    

'- Você sabe bordar?

- Sei.

- Então vô deixá uns lenços de seda pra você bordá e daqui uns 15 ou 20 dias eu venho apanhá.'

Fácil assim, selado, carimbado, selado, rotulado amor por toda vida.

Pó-de-arroz, ruge, batom, sombra, rímel. Zepellin amarelo, white horse, Fleur d'amour e cabelo a lá garconne.

 Mulher á toa, da comédia, da rótula, da rua, da vida, da zona, de má nota, de ponta de rua, do lado, do fandango, do mundo, errada, perdida, pública, vadia, particularmente sensual, provocante capaz de provocar tragédia – mulher fatal.

Cadê Maria Rosa? - tipo acabado de mulher fatal que tem como sinal, dois olhos muito grandes, uma boca e um nariz” ( Cadê Maria Rosa – Nássarara e J. Rui)

Pó-de-arroz, ruge, batom, sombra, rímel. Zepellin amarelo, white horse, Fleur d'amour e cabelo a lá garconne.

“ (...) vou dar uma grande festa em um lugar elegante, mas legal, com muito champagnhe, muita dança e um serviço de taxi para ninguem precisar dirigir. E presentes para os convidados levarem para casa como um banho de espuma muito bom algo assim. (Será que a Calvin Klein faz espuma de banho? - anoto mentalmente para verificar na próxima vez que for á Boots.)

(...) e amor é não ser comido, amor é achar bonita uma bota, amor é gostar da cor rara de um homem que não é negro, amor é rir de amor a um anel que brilha. Pequena Flor piscava de amor, e riu quente, pequena, grávida, quente.”

Pó-de-arroz, ruge, batom, sombra, rímel. Zepellin amarelo, white horse, Fleur d'amour e cabelo a lá garconne.

“Se acaso me quiseres sou dessas mulheres que só dizem sim (...) por uma pedra falsa, um sonho de valsa ou um  corte de cetim.

“ O Financial Times [F.T] é de longe o melhor acessório que uma mulher pode ter. Suas maiores vantagens. 1- Tem uma cor bonita. 2 – Custa só oitenta e cinco centavos. 3 – Se entrar numa sala com ele debaixo do braço voce pode falar sobre os assuntos mais frívolos do mundo e em vez de acharem – na fútil, pensam que é intelectual de peso e que, também, tem interesses mais diversificados.” Os Delirios de Consumo de Becky Bloom – Sophie Kinsella.

Pó-de-arroz, ruge, batom, sombra, rímel. Zepellin amarelo, white horse, Fleur d'amour e cabelo a lá garconne.



Estão por ai: parte do diálogo de quando Lampião e Maria Bonita se conheceram. Clarice Lispector, Chico por Gal ou Nara, descrição de mulherr fatal obtida no aurélio...e foto Maria Bonita - Google. O zepellin amarelo  foi visto num descampado quando eu estava indo ao trabalho. Maria Bonita faria no dia 08/03 -  99 anos se não tivesse sido morta aos 27 anos na Fazenda Angicos - AL. Era cabocla, pernas grossas, sem bunda e tinha olhos azuis pela descendencia holandesa....então a baiana típica fica um pouco distante de Maria do Capitão ou Maria Bonita.Fleur era o perfume preferido de Maria B.,White o whisky preferido do Capitão e corte de cabelo foi o ultimo utilizado por Maria B.  

 

 Inf. sobre Maria  Bonita e Lampião obtidas aqui

 

Escrito por marcelo amm às 21h37
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



Perfil



Meu perfil
BRASIL, Nordeste, SALVADOR, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, English, Cinema e vídeo, Arte e cultura, Beijar,rasgar papéis e não fazer nada

Histórico